segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Zoeira ? Tô fora !!!!

Campanha "Zoeira? Tô fora !!

          A intenção dessa matéria não é trazer polêmica, criticar esse ou aquele Moto Encontro, mas tentar buscar uma reflexão sobre os objetivos da realização de um evento motociclístico, afinal, cada qual em sua tribo se acham no direito de curtir o seu hobby à sua maneira. Se de um lado alguns bikers gostam de abrir o giro de seus motores, do outro, alguns proprietários de custons trocam seus escapamentos originais por um de "cano aberto", outros preferem ficar fazendo zerinhos , enfim, cabe aqui então o bom censo no momento de se fazer qualquer comentário sobre a vidraça do vizinho.

          Há algum tempo surgiu a campanha com a intenção de se preservar a tradição de encontros para verdadeiros motociclistas, não é interesse dessa campanha denegrir eventos, mas sim enaltecer aqueles que são feitos de e para motociclistas.Criar uma assinatura própria para aqueles eventos que buscam qualidade em vez de quantidade, confraternização em vez de borrachão, liberdade em vez de libertinagem. Ser uma indicação para o motociclista do que ele irá encontrar após viajar. Um exemplo bem sucedido inclusive é o maior encontro nacional, Brasilia aderiu à campanha ha mais de 10 anos, é uma referência no respeito ao verdadeiro motociclista, aqui no Paraná temos o caso de Irati, onde, de acordo com os organizadores, a resistência e as criticas pela adesão são grandes, mas os resultados pela adesão tem sido boa.

        Para participar da Campanha "Zoeira? Tô Fora!!!" é necessário que o organizador de eventos siga as seguintes regras:
  • Camping em local seguro, com respeito ao silêncio necessário para o descanso do motociclista;
  • Proibir e coibir que existam aceleraço, zerinho, wheeling amador e tiros de escapamentos em meio ao público, seja ele motociclista ou local;
  • Se não for possível proibir, que exista um local próprio para esse tipo de performance;
  • Não permitir a entrada de outro tipo de veículos que não sejam motocicletas na área do evento;
  • Informar através do cartaz, panfleto ou publicação que o encontro faz parte da campanha;
  • Providenciar a segurança necessária.
          Muitos municípios brasileiros realizam eventos com o tema Moto Encontro, mas só uma pequena parcela preocupa-se em reunir motociclistas para que este seja um encontro de integração com muita festa e alegria, mas sem estouros de escapamento, aceleraços, zerinhos, wheeling amador, respeitando tanto aqueles que são motociclistas como o público local que participa.

          A ideia central de eventos motociclísticos, é a de reunir amigos para uma interação, reencontrar amigos que fizemos nas estradas , ouvir uma boa banda musical relembrando velhos sucessos, trocar informações de viagens, festa e eventos, enfim, algo para relaxar.

          Fica aqui um apelo aos motociclistas que vão nesses encontros e realizam um barulhinho a mais, sejam bem vindos aos encontros, curtam a festa mas deixem os demais curtirem também, lembrem-se que ali estão pessoas de todas as tribos e também as pessoas que estão ali presentes trabalhando o dia e às vezes a noite trabalhando para realizar um bom evento, pessoas que utilizam-se das áreas de camping para dormir um pouco durante o dia para aproveitar um pouco mais a festa durante a noite, enfim, pensemos que não somos os únicos naquele lugar e que muitas vezes podemos não estar agradando com nossas atitudes, fica a dica.


Pesquisa sobre regras "Zoeira tô fora" fonte: http://www.revistamotoclubes.com.br/Zoeira.htm

2 comentários:

  1. Fatalmente caímos na velha FALTA DE EDUCAÇÃO das pessoas, pela clara demonstração da FALTA DE CIVILIDADE demonstrada nos encontros. Para mim a questão é simples; EDUCAÇÃO OU SE TEM ELA VINDA DO BERÇO ou JAMAIS SE TERÁ .E isso acontece em qualquer nível financeiro que a pessoa possa ter. A velha máxima que diz: A MINHA LIBERDADE TERMINA ONDE COMEÇA A DO OUTRO, raros ou poucos são os tem noção do que isto significa. Mas nossa "nada hipócrita sociedade" Ñ QUER VER ISSO, tanto que há as divisões e separações por GRUPOS, TIPOS DE MOTOS, MARCAS DE MOTOS, ETC...ETC...sempre escondendo-nos por detrás de grachás, coletes, times, religiões etc...etc.... Enfim: SERES HUMANOS com as suas raras virtudes e seus IMENSOS EGOS! (O FURO É BEEEEEEEM MAIS EMBAIXO) E: QUE MARAVILHA que para pegar a moto e ir para as estradas, ñ se depende de nada disso! Saudações motociclísticas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A ideia do texto não é criar inimizades entre grupos, mas o teu raciocínio tem lógica, como podemos melhorar uma sociedade onde o ser humano lembra-se apenas de seus direitos, esquecendo que eles acabam onde começa o do outro, bem lembrado Claudio José.
      O ideal é que os organizadores reservassem uma área exclusiva para quem tem esse "fetish", não tão próximos das áreas de shows, acampamentos e refeitório.

      Excluir