segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Viajar de moto sozinho para fora do Brasil

          Algumas pessoas se enxergam sós perante um Universo tão grande e majestoso, outros se percebem amparados, como parte de um todo essencialmente bom. A solidão absoluta não existe, pois ainda há esferas ao redor que não enxergamos, há razões que não entendemos, há amor que não sensibiliza nossa alma entorpecida.

          Pensando assim, muitos motociclistas saem em suas aventuras em buscas de novas rotas, viajar sozinho para fora do país, Argentina, Uruguai, Chile, Bolívia seja lá qual o seu destino, não é tão complicado e nem perigoso, desde que você não entre num país em conflito é lógico. Por sorte, na América Latina não temos problemas de guerras, porém, em alguns casos é interessante sempre pesquisar como estão os movimentos sociais em cada país a ser visitado. A cidade de La Paz é um exemplo, o centro já é congestionado por natureza, no entanto, quando existem manifestos sociais a situação fica caótica. 

          A vantagem em viajar sozinho é o fato de você poder ditar seu próprio ritmo, parar quando e bem entender seja para fazer refeições ou tirar fotografias, poder escolher o hotel a seu gosto para pernoite. Você tem a possibilidade de conhecer melhor a cultura de cada país, as pessoas e seus costumes. Com isso vem um momento de reflexão e então passamos a enxergar a vida de outra forma, onde percebemos que não somos o centro do universo e que existem pessoas mundo afora com características diversas que nos passam mais e mais ensinamentos, esse é o grande barato. 

          Tá pensando em sair viajando sozinho mundo afora? Primeiro saiba que não existe solidão numa viagem como esta, em cada ponto de chegada novos amigos,então prepare-se e boa viagem, mas lembre-se, para isso é necessário realizar um bom planejamento para a viagem, isto deve acontecer com um bom prazo de antecedência, você deve ter ciência de cada pedacinho de chão que irá passar, preocupações com locais de acomodação, alimentação, abastecimento e até manutenção de sua motocicleta. Vamos a algumas dicas.

          
SEGURANÇA

          Muitos motociclistas se preocupam com a segurança, quanto a isso digo que todo o cuidado que você deve ter em solo nacional será o mesmo em outras terras. A preocupação que você tem em viajar entre Curitiba - São Paulo, São Paulo - Rio de Janeiro ou outras rotas, será a mesma que a de uma viagem para fora, a diferença fica somente em relação à distância. Algumas dicas em relaçao à segurança:

  • Não fale demais - Ao parar para abastecer sua moto, procure evitar o detalhamento de sua rota, o frentista do posto de combustível pode até ser honesto, mas digamos que enquanto você paga sua conta, uma outra pessoa que esteja abastecendo seu carro lance um "verde" para o frentista e este na inocência diga: " Imagine que este louco esta viajando sozinho desde o Brasil, indo para........ " enfim, passou a dica para um possível malandro.
  • Não fale demais II - Ao parar em blitz policiais fale o estritamente necessário, seja cordial e educado, retire seu capacete e os óculos para falar com os policiais. Lembre-se de ligar a seta demonstrando que irá estacionar (na Argentina é necessário ligar o sinal do alerta em blitz policiais).
  • Procure não alongar os trechos percorridos - evite andar acima de 600 km por dia, tente chegar em seu destino por volta das 15h e evite a noite - lembre-se, você está sozinho.
HOSPEDAGEM

          Voltando ao planejamento, elabore sua rota e efetue reservas em hotéis, um conselho importante: existem vários sites de busca de hotéis que realizam reservas via internet, alguns com boas promoções, MAS, este que vos escreve já passou por algumas situações em que chegando no hotel a reserva não estava agendada - procure entrar em contato via e-mail diretamente com  o hotel.

          Com relação às reservas, o que passamos a fazer foi salvar estes emails em pastas diferenciadas no provedor de emails - Para sua viagem crie o nome para sua aventura e depois crie sub pastas,  assim, caso tenha algum problema de reservas você poderá abrir seus emails enviados e recebidos em qualquer lugar que estiver, acessando o computador do proprio hotel, exemplo:
  • Expedições Latinas
  1. Hotel Foz do Iguaçu
  2. Hotel Corrientes
  3. Hotel Salta
  4. Hotel San Pedro de Atacama .....
...............

COMBUSTÍVEL          

          Verifique a autonomia de sua motocicleta, para viagens mais tranquilas é interessante que sua motocicleta ande mais de 300 km com tanque cheio, algumas motocicletas modelo custon ficam entre 220 e 240 km. Utilize ferramentas como o Google Maps, Google Earth, Bing, entre outros, ou o próprio GPS (esteja com ele atualzado) para saber a localização de postos de gasolina. Evite fazer cálculos próximo do final da autonomia de sua moto, nunca se sabe o trânsito que irá enfrentar.





NAVEGAÇÃO

          Antes de sair em viagem, atualize seu GPS, existem marcas no mercado que permitem você realizar o planejamento de sua viagem em seu computador, transferindo depois para o aparelho GPS.

          Não deixe de levar um mapa impresso, em algumas regiões basta o céu estar encoberto que o GPS já perde o sinal. Caso você não tenha sinal de GPS dentro das cidades, busque informações com taxistas e frentistas, lembrando-se de não detalhar muito sua viagem.

ROUPAS

          Verifique o clima da região que pretende visitar, não sobrecarregue muito sua moto, leve sim roupa de frio e também uma boa capa de chuva, em caso de frio intenso a capa de chuva também serve para bloquear o vento intenso.

ALIMENTAÇÃO




          Procure uma alimentação mais leve, evite carnes e gorduras - vá num peixe ou frango grelhado, pilotar com estomago cheio pode causar sonolência. Mas não se prive de conhecer novos sabores.







Veja também:

Dicas viagens distantes

12 comentários:

  1. Gostei do artigo, parabéns.
    Sobre ALIMENTAÇÃO, quando viajei por estradas "mais desertas", levava sempre pelo menos água e comida para suportar uma noite isolado, caso ocorresse uma pane.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bacana, a gente ta meio enjoado de barra de cereal rsrsrsrs - a conhecida bolacha trakina possui bastante nutrientes

      Excluir
  2. Informações valiosas. Gostei! Valeu, obrigado!

    ResponderExcluir
  3. Gosto muito dos seus artigos. Parabéns, as dicas são sempre valiosas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Fabio - quando comecei achei que logo acabariam os assuntos, rsrsrs, mas tem bastante coisa e ainda quero reeditar algumas matérias acrescentando informações.
      Brigadão !!

      Excluir
  4. Li o seu relato pessoal.gostei muito ,concordo com voçê viajar sozinho é muito bom ,agente para onde quer não tém aquela preocupação de acompanhar o companheiro da frente que eu acho muito perigoso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho alguns amigos de estrada, com os quais gosto de viajar e são muito parceiros, acertando a companhia a viagem se torna mais segura, mas que é bp, viajar sozinho, ah isso é rsrsrsrsrs

      Excluir
  5. parabems meu amigo eu sou argentino sempre viajo de mto ( em solitario ) ,,eu vim de moto da argentina , agora moro na jaguaruna sc,,e estou preparando uma viagem para argentian para janeiro mai o menos ,, gostaria ficar em contato com vc ,, abraço parceiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Fabio, eu gosto muito da região Noroeste da Argentina.

      Excluir
  6. Eu nunca me sinto só em minhas viagens solo. Além da quantidade incalculável de amigos e até desconhecidos acompanhando virtualmente, percebo que quando estamos sozinhos o contato e interação com outras pessoas é maior.Se você para num posto para abastecer com amigos, certamente a conversa ficará entre vocês. As pessoas sempre olham , mas nem sempre se aproximam de grupos conversar. Agora, quando estamos sozinhos, mal colocamos a moto no descanso e logo chega alguém com algum comentário, puxando conversa. E acho isso muito legal. Conhecer pessoas, fazer novos amigos. Em minha viagem pro Chile, o cronograma foi pro espaço, hehe . As paradinhas de 15 minutos acabavam se estendendo, justamente por isso. Uma prosa, umas selfies ... Eu curto muito dar uns roles com amigos, mas nas viagens longas, adoro viajar sozinha . Boas estradas e um moto abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Interessante seu relato, e realmente, quando viajamos sozinhos não estamos sozinhos, muitos nos cercam, além dos amigos que acabam nos acompanhando pelas redes sociais transmitindo uma energia muito boa.

      Excluir