quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Fadiga do motociclista

          Pilotar uma moto exige muito mais física e mentalmente do que dirigir um automóvel (carro). A Fadiga do Motociclista é mais uma resposta para a exaustão física e mental. A Fadiga também pode ser aumentada ou amplificada pela exposição ao calor ou frio, barulhos ou ruídos, ser esbofeteado por fortes ventos, ou mesmo desidratação.

          Mas lembre-se que fadiga não é apenas um problema associado a percorrer longas distâncias e ela não é apenas desenvolvida durante a jornada. Estar cansado quando você está sobre a moto é também um grande problema. Muitas horas, noites longas, falta de sono e desempenho fisicamente exigente podem ter seu custo.

Vejam algumas orientações
  1. Tenha certeza de iniciar (começar) sua jornada bem descansado
  2. Beba muita água. Reduza a quantidade de café e refrigerantes e principalmente, evite bebidas alcoólicas.
  3. Coma alimentos leves - um lanche de frutas, barras de cereais ou até mesmo um pouco de chocolate.
  4. No inverno não se agasalhe demasiadamente não ficando demasiadamente quente.
  5. Pare regularmente para descansos, mesmo que você ache que não está cansado.
  6. Preste atenção nos Sinais Precoces de Alertas
  7. Motociclistas podem evitar as quedas por fadiga reconhecendo os Sinais Precoces:
  • Bocejar
  • Baixa Concentração
  • Dor nos Olhos ou Cansaço
  • Sonolência ou Agitação
  • Reações Lentas
  • Andar ou Pilotar próximo à calçada (em uma faixa estreita)
  • Mudança de marchas ásperas
  • Não ver um Sinal
  • Sonhar acordado
  • Boca Seca
  • Dores nas Juntas (pescoço, joelhos e pulsos)

Este cochilo foi na varanda do restaurante
de beira de estrada entre Rio Branco-AC
e Porto Velho-RO.
          Se você sentir algum destes Sinais Precoces de Alerts, pare e estacione enquanto é seguro faze-lo. Descanse, tire uma soneca ou pare para um café se você está em uma viagem curta. Mas lembre-se que a cafeína não vai ajuda-lo em uma longa viagem assim como não funciona da mesma maneira para todos.

Áreas de Descanso

          Áreas de Descanso permitem aos motociclistas e motoristas estacionarem seguramente, esticar suas pernas assim como se refrescar antes de continuar sua jornada. Elas estão disponíveis 24 horas por dia, por todo o ano e são bem sinalizadas. Centrais de Serviços (Services Centers), postos de gasolina, estacionamentos e pequenas cidades (cidades do interior), são outros lugares que você pode parar (estacionar) e dar um tempo ou dar uma parada de pilotar.

Fonte: http://ridetolive.nsw.gov.au/ 
Tradução: José Augusto Damigo
Reedição: Rogério Boschini


Tá afim de andar de moto com a gente?

          Neste próximo mês de outubro terá  o Brasil Motorcycle Show na cidade de Curitiba, o evento acontecerá entre os dias 07 a 09. A Tudo de Motos e a P1 Agência de Turismo Oficial estão oferecendo um pacote de turismo que inclui hospedagem, ingressos e  um passeio de motos entre as cidades de Curitiba, Porto Amazonas e Lapa.

          Este passeio terá Silvio Laerte de Carvalho atuando como Road Captain e Rogério Boschini como ferrolho, o percurso total (ida e volta) tem cerca de 200 km e separamos um dia para que seja bem aproveitado. Porém ele é opcional. Mas uma coisa é certa: o passeio vale muito a pena!

O Pacote Inclui:
• 02 diárias em apartamento Duplo com Café da Manha em hotel de categoria 3 ou 4 Estrelas (valor diferenciado).
• Ingresso garantido para o Brasil Motorcycle Show
• Estacionamento VIP dentro do Evento – Somente Motos
• Camiseta promocional
• Moto-Passeio** Curitiba – Porto Amazonas – Lapa – Curitiba. Trajeto total aproximadamente 200km – Veja mais sobre o passeio.
• Apoio Poltrona 1 Turismo durante todo o evento

Valor Total: R$ 355,00* em até 2 X no Cartão
*Valor por pessoa em apartamento Duplo – Hotel 3 estrelas – consulte valor para outros hotéis.
** Moto-Passeio em moto própria. Consulte valor em caso de locação.
Almoço na cidade da Lapa, em média R$ 30,00 por pessoa. Valor não incluso.

SAIBA MAIS EM:


Esperamos contar com
a presença de vocês !!!





segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Dois caminhos, um destino - Dois estilos, uma paixão

          Um belo passeio idealizado para o último domingo de agosto de 2016, "Dois caminhos, um destino - Dois estilos, uma paixão".  Para celebrar o belo dia de sol que foi proporcionado aos Curitibanos, as primeiras fotos estão com tempo fechado, uma forte nevoa, mas como se diz aqui no sul: "Névoa baixa é sol que racha".

          O destino foi a cidade de Castro - PR., uma turma seguiu com Silvio Laerte Carvalho pela BR 376 e pela PR 092 toda pavimentada, enquanto que  a outra turma seguiu com Rogério Boschini pela PR 090, conhecida como Rodovia do Cerne, são aproximadamente 70 quilômetros em estrada de terra, um evento reunindo amantes do On Road e do Off Road unidos pela paixão pelo motociclismo.

          A turma Off Road saiu de Curitiba por volta das 08:00h, como a Estrada do Cerne esta em obras na região da  cidade de Campo Magro, a opção foi seguir até Campo Largo para somente então acessar a Estrada do Cerne. Com o grupo também foi veículo 4x4 pilotado pela Teka, esosa do Silio.

          A estrada estava boa, embora alguns trechos tenham se apresentado com excesso de pedras e em outros o piso batido e umedecido pelo orvalho da madrugada acabaram deixando muito escorregadio em alguns pontos.



          Pelo caminho encontramos Pedro da Cunha, morador da região, ele nos alertou sobre o desmoronamento que esta ocorrendo na cabeceira da ponte sobre o Rio Ribeira e aproveitou para nos convidar para a festa que ocorrerá em sua comunidade no dia 12 de outubro, estão convidados todos que estiverem afim de enfrentar um estrada de terra e chegar até la.

          A principal obra da década de 1930, foi a Estrada do Cerne atual PR-090, que na época foi considerada como "a maior rodovia que se construiu no Paraná em todos os tempos". 

          A rodovia parte de Curitiba, no Bairro de Santa Felicidade, no sentido noroeste, cortando uma vasta região compreendida pelas serras de Furnas, Falcão, Esperança e Fria. Atravessa os três planaltos e alcança o norte do Estado do Paraná, nas barrancas do rio Paranapanema, com o objetivo de ligar a região Norte ao Porto de Paranaguá e propiciar o fluxo da produção cafeeira, facilitando o acesso direto da região ao Porto de Paranaguá.

          Pavimentada, a Estrada do Cerne se tornaria uma alternativa à BR-376. Para ir de Curitiba a Lon­drina, seria possível desviar de quatro praças de pedágio.


          A turma do On Road saiu de Curitiba por volta das 09:00h, pararam um pouco na lanchonete Panorâmico em frente ao Parque Estadual de Vila Velha e então seguiram para Castro, pararam na Churrascaria Beira Rio e aguardaram a chegada do pessoal do Off Road.

          Após o almoço as duas turmas seguiram para Castrolanda, uma colônia fundada por imigrantes neerlandeses (holandeses) entre 1951 à 1954 e que fica situada no próprio município de Castro. Ali foi construído um moinho,  um dos maiores do mundo em funcionamento. São 26 metros de envergadura da pá. Ele funciona sim, como comentei, mas apenas para demonstração. Mas o fato é que ele não é apena um adorno, ele tem todo o mecanismo interno. Ali também funcionam um museu, um restaurante e uma loja de souveniers.

          No caminho de volta a Curitiba os grupo parou em Carambeí, para se deliciar com as tortas da Frederica's. A Frederica's Koffiehuis está em Carambeí desde 2002. A casa de torta se destaca por possuir mais de 50 opções entre doces e salgadas e por serem produzidas de maneira bem caseira e artesanal. Além disso, o estabelecimento oferece cafés, bebidas quentes e geladas e também algumas cervejas de rótulos especiais.

        Este passeio foi idealizado pela Curitiba Moto Store, estando de parabéns toda a equipe da organização.

Vejam como foi o passeio.

Silvio Laerte & Teka























Rogerio & Sibely Boschini



Teka, Pedro da Cunha e Rogerio Boschini