domingo, 14 de junho de 2015

Canyon Guartelá - Tibagi - Paraná

          O Canyon Guartela esta distante de Curitiba 207 km, seu acesso é pela Rodovia BR 376, chegando em Ponta Grossa entra na Rodovia Estadual PR 151, já em Castro, acesse a Rodovia Estadual PR 340. Infelizmente gasta-se aproximadamente R$ 57,00 de carro no roteiro de ida e volta, para motos o custo cai pela metade.


Distâncias:
• Telêmaco Borba 46 km
• Castro 62 km
• Ponta Grossa 105 km
• Curitiba 207 km
• Londrina 215 km
• Maringá 260 km
• São Paulo 526 km
• Foz do Iguaçu 605 km
• Rio de Janeiro 969 km


          A região conta com diversas fazendas e pousadas, para quem vem de longe é interessante se hospedar em Tibagi, além do canyon existem outras possibilidades de turismo na região, considerada a capital paranaense dos esportes de aventura, a cidade permite que os visitantes mais corajosos pratiquem rafting, rapel, cascading, canoagem e voo livre. Além do Canyon Guartelá, existe o Rio Tibagi que é muito usado para a pratica de canoismo, o Salto Santa Rosa, e também fazendas com opções de caminhadas, cavalgadas, com guias que conhecem bem a região.

          A prefeitura de Tibagi, através de sua secretaria de Turismo, disponibiliza um excelente site onde o turista pode saber sobre todas as atrações da cidade, e também tem acesso a endereço de hotéis e restaurantes da cidade, basta acessar o link: http://tibagi.pr.gov.br/turismo/ 

          No Parque não existe estrutura de restaurantes e lanchonetes, é interessante roupas para caminhada e um lanche leve, algumas frutas, barras de cereais e garrafinhas d'gua, pois o percurso básico é de aproximadamente 4 km contando a ida e a volta, os outros trajetos devem ser realizados com guias turísticos, existe grande perigo das pessoas se perderem nas trilhas.

          O percurso básico pode ser realizado numa caminhada de aproximadamente 3 horas, tem muita coisa bonita a ser fotografada, além do mirante, existe uma cachoeira onde tem a Ponte de Pedra, lugar encantador. O Parque é muito bem sinalizado em relação às trilhas, em alguns pontos estratégicos ficam funcionários do Parque que orientam por onde ir.

          Vejam as fotos do local.









"Panelões" - A água que cai nesses panelões sai um pouco mais a 
frente na cachoeira. É permitido entrar e se refrescar nessas 
"banheiras" naturais. 
















Há na área ainda atrações como a cachoeira da Ponte de Pedra, 
com aproximadamente 180 metros de altura


Numa das trilhas do parque nós passamos 
por esses rapazes, eu estava com meu colete e nele esta 
bordado a bandeira de Apucarana, cidade onde nasci, um deles viu o bordado
e mencionou que eles também eram de Apuka.


Essa fotografia foi tirada longe dos panelões, mas vejam que
um dos rapazes estava romando um banho. Esse grupo tinham jovens do 
Equador e da Colômbia. 





Nenhum comentário:

Postar um comentário