segunda-feira, 22 de junho de 2015

A importância das luvas no motociclismo.

          Talvez em nosso dia a dia não nos damos conta da importância de nossas mãos, ela esta ali
Utilizo esse modelo para dias de frio.
desempenhando suas funções, por serem tão solicitadas em nossas atividades diárias, as mãos são as partes do corpo mais expostas aos riscos de acidentes. Por isso tudo devemos estar sempre atentos para evitá-los.

          Muitos motociclistas ignoram a utilização de uma luva adequada quando estão pilotando suas motos, porém, é bom lembrar que as mãos são as primeiras a tocar o chão em caso de queda, e por ser uma parte do corpo que possui movimentos delicados e de muita flexibilidade, qualquer acidente pode se tornar difícil a recuperação dos movimentos, deixando sequelas e traumas.

          Eu trago comigo alguns pares de acordo com o clima que irei enfrentar, existem tipos diferentes para o tipo de uso da motocicleta também, não se preocupe com exageros, preocupe-se com segurança.

          Um dos argumentos utilizados pelos "motociclistas" que não utilizam, é o fato de que as luvas muitas vezes tiram ou dificultam a movimentação das mãos, este argumento não é válido, existem diversos modelos de
luvas no mercado, basta encontrar o modelo e o tamanho ideal para suas mãos, tomando apenas o cuidado de seguir as especificações de segurança de cada modelo.

Alguns cuidados são primordiais:

1) A luva deve ter boa ventilação, ou então, nos casos de luvas para chuva ou inverno, o forro da mesma deverá ser de material apropriado para que os poros das mãos possam respirar;
2) O interessante é buscar luvas com costura dupla, elas são mais resistentes à abrasão;

3) Proteção das luvas: Procure comprar luvas que tragam proteções para as articulações dos dedos e também na palma das mãos;

4) Determine o tipo de uso: Se você andar mais no perímetro urbano, dê preferências para modelos curtos,
elas oferecem boa proteção e são bem ventiladas. Se você pega a estrada com frequência, use os modelos de cano longo, pois elas ficam por cima do punho do casaco e evitam que o vento entre na manga. Para competições ou eventos esportivos, a luva deve ser mais profissional possível, com costura dupla, proteções de material sólido no punho e por cima dos dedos.

5) Fechos - as luvas de couro de cano longo normalmente tem dois fechos de velcro. O maior serve para ajustar o cano no diâmetro do casaco e o segundo é uma tira que serve para segurar as luvas nas mãos. Essa tira é muito importante porque é ela que impede a luva sair da mão em caso de abrasão no asfalto.

6) Luvas de couro oferecem as mesas características de proteção e flexibilidade. Algumas luvas misturam couro com tecido, que pode ser boa opção para uso urbano.  







          Em todos os modelos procura-se conjugar o maior conforto possível, índices de tato nos comandos da moto, e proteção otimizada contra os efeitos abrasivos do asfalto, da terra, e outros terrenos alem do choque.

          Os materiais usados nas luvas dos tempos de hoje são os mais variados. O couro deu lugar a materiais sintéticos, resultado da profunda pesquisa feita pelos fabricantes. O grande objetivo é proteger eficazmente uma das zonas do corpo mais exposta a ferimentos em caso de queda ou acidente de moto.

          As luvas de couro, são de maioria de procedência bovina, são umas das mais generalizadas graças ao bom tato que proporcionam, permitirem uma transpiração otimizada e serem relativamente resistentes ao efeito abrasivo. Em alguns casos é usada a pele de canguru, proporcionando luvas mais leves, maleáveis e resistentes.

          O Kevlar é muito resistente. É colocado nas luvas, nas zonas da mão mais expostas em caso de queda, nomeadamente a palma da mão e a parte superior das falanges.

          O carbono é excelente em termos de propriedades anti-choque, graças à sua elevadíssima resistência e mínimo peso. Em forma de pequenas capas, é colocado nas luvas nos dedos e na zona dorsal do túnel carpiano.

          A espuma anti-choque compreende desde uma simples borracha até às espumas absorventes brandas e elásticas, que endurecem subitamente ao sofrer um impacto. Instalam-se em zonas de máxima exigência protetora e por debaixo da fibra de carbono.

          A cordura – tecido de compostura sintética – é resistente, ligeira, impermeável e bastante delgada, permitindo uma aplicação muito fácil, aceitando por debaixo dela o uso de material isolador necessário contra o frio. Este material utiliza-se sobretudo em luvas de inverno e luvas com utilização mista. O Thinsulate, um material isolador muito leve e fino, generalizou-se na aplicação em luvas devido às suas características protetoras contra o frio, sendo aplicado em praticamente todo o tipo de luvas.

Outros materiais generalizados são o Nylon, a Lycra, o Polyester e o forro polar.


CUIDADOS COM AS LUVAS

          As luvas exigem uma manutenção específica. Aquelas que são fabricadas em materiais sintéticos devem de lavar-se com detergente próprio a uma temperatura que não ultrapasse os 30º. Devem secar-se com a zona do antebraço virada do avesso. Não devem de ser “espremidas”, escorridas, ou secadas com uma fonte de calor forte, uma vez que as membranas impermeáveis podem deteriorar-se.

          Existem produtos próprios para aplicar nas luvas recomendados pelos fabricantes de modo a manter a superfície das mesmas em boas condições. No caso de luvas esportivas, não lavá-las com sabão nem aplicar-lhes calor se apanharem água. Antes de estarem completamente secas, devem ser colocadas na mão para que recuperem a forma.

          Uma vez secas – luvas esportivas – há que aplicar um creme especial comercializado pela indústria auxiliar e pelos próprios fabricantes de luvas, limpando-as e devolvendo-as ao seu estado original.

fonte parte matéria: Mxparts



6 comentários:

  1. Informações muito importantes que poucos motociclistas sabem.

    ResponderExcluir
  2. Informações muito importantes que poucos motociclistas sabem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, um item importante de segurança que não pode faltar.

      Excluir
  3. Sempre usei, um amigo perdeu três dedos em um muro desviando-se de escolares.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caramba, também tem o risco para quem usa alianças, uma coisa pequena, mas que pode provocar um grande estrago.

      Excluir
  4. Legal a matéria. Eu usava uma luva de tecido da KSB de cano curto. Mas ficou velha e agora que estragou comprei uma nova de cano longo e de couro igual a da 2° foto da matéria.eu estou tentando me adaptar mas acho que é muito dura e aperta muito e torna minha mão u. Pouco robótica com movimento limitado e até um certo formigamento por limitar a circulação. Tales seja só uma questão de a luva estar muito nova ainda ou que apesar de estar no tamanho correto (segundo a tabela do fabricante) ela devesse ser um pouco maior...mas vou insistir e ver se com o uso ela amolece.
    Se tiverem alguma dica para deixar ela mais flexível eu agradeço.

    ResponderExcluir