História das Motocicletas


Michaux-Perreaux
          1868 - Esse é o ano onde iniciou uma grande paixão, a invenção da primeira motocicleta. o projeto foi iniciado ao mesmo tempo por um francês e um americano, Louis Perreaux e Sylvester Roper, cada qual em seu país, eles não se conheciam e cada um tocou seu projeto .

          A proposta era de colocar um motor a vapor numa bicicleta, recurso muito utilizado naquela época. Esse modelo tinha como propulsor um motor a vapor com dois cilindros de 2,5 polegadas com 5 polegadas de curso.

          Assim como na indústria aeronáutica, parece que também existe umas controvérsias sobre quem seria o responsável pelo invento.

          As primeiras motocicletas foram construídas entre 1868 e 1869, utilizando grandes e pesados motores a vapor. A motocicleta francesa a vapor Michaux-Perreaux, é o primeiro registro de motocicleta, embora não fosse construída nos padrões do que foi classificado como bicicleta segura, com guidon, pedais e corrente tracionando a roda traseira e sistema de freios eficiente. Era mais um velocípede a motor do que uma motocicleta.

Primeiro modelo de Roper
          Roper nasceu em Roxburry, Massachusetts – EUA, em 1823 e dedicou os últimos 30 anos de
sua vida a inventar e aperfeiçoar as motocicletas a vapor. De sua primeira invenção, em 1869, até a última em 1896, acredita-se que Roper tenha criado 10 modelos destas motocicletas a vapor.


Sylvester Roper
          Durante testes em 1896, Sylvester Howard Roper sofreu um acidente fatal. O jornal Boston Daily Globe descrevia com detalhes o ocorrido. Segundo declarações de testemunhas, a motocicleta de Rover apresentou instabilidade na roda dianteira, fazendo com que perdesse o controle e fosse jogado para fora da pista. Roper ficou parado sob a roda e então foi constatada a sua morte. Segundo o Dr. Welcott, que examinou Roper, ele teria morrido não da queda e sim de um ataque cardíaco ainda sobre a motocicleta.

         Em 1885, o Alemão Gootlieb Daimler, inventou a primeira motocicleta com motor a combustão, com a colaboração de Willhelm Maybach. Eles instalaram um motor a gasolina de apenas um cilindro numa bicicleta de madeira.







          O primeiro motociclista  a andar numa motocicleta com motor a combustão foi o jovem Paul Daimler, com apenas 16 anos de idade, sendo este considerado um dos pais dos veículos a combustão fundador da Mercedez Benz, que seria fusão da sua empresa Sociedade de Motores Daimler com a Benz & Cia de Karl Benz, no entanto, Daimler não teve interesse em fabricar motocicletas em série.

          Gotlieb Daimler e Wilhelm Maybach desenvolveram um motor de 264 centímetros cúbicos com meio cavalo de força a 500 rotações por minuto, dimensões inéditas para a época.

          A maioria das pessoas acreditam que a primeira motocicleta foi a criada por Gottlieb Daimler em 1885. Ela não foi a primeira motocicleta inventada, mas a foi a primeira a utilizar o sistema de explosão e utilizava gás para isto.
Hildebrand & Wolfmüller 
          A primeira motocicleta registrada antes de ser fabricada foi a Alemã Hildebrand & Wolfmuller, ela foi criada em 1894 entrando em produção no mesmo ano. Em sua terra natal ela foi batizada de "motorrad" - o modelo abaixo foi leiloado por U$ 131 milhões.
                                                             A primeira fábrica de motocicletas surgiu em 1894, na Alemanha, e se chamava Hildebrandt & Wolfmüller. No ano seguinte construíram a fábrica Stern e em 1896 apareceram a Bougery, na França, e a Excelsior, na Inglaterra. No início do século XX já existiam cerca de 43 fábricas espalhadas pela Europa. 

Paul Daimler


BRASIL


          Da década de 10 no século passado começaram a chegar as primeira importações de motocicletas, sendo a maioria de origem européia e as americanas, também foram importados alguns sidecars e triciclos com motores. No final dessa década haviam cerca de 19 marcass, entre elas as americanas Indian e Harley-Davidson, a belga FN de 4 cilindros, a inglesa Henderson e a alemã NSU.

         As japonesas começaram a chegar no final da década de 30, a primeira da marca Asahi. Durante a guerra as importações de motos foram suspensas, mas retornaram com força após o final do conflito. Chegaram NSU, BMW, Zündapp (alemãs), Triumph, Norton, Vincent, Royal-Enfield, Matchless (inglesas), Indian e Harley-Davidson (americanas), Guzzi (italiana), Jawa (tcheca), entre outras.

          A primeira motocicleta fabricada no Brasil foi a Monark (ainda com motor inglês BSA de 125cm3), em 1951. Depois a fábrica lançou três modelos maiores com propulsores CZ e Jawa, da Tchecoslováquia e um ciclomotor (Monareta) equipado com motor NSU alemão.

          Nesta mesma década apareceram em São Paulo as motonetas Lambreta, Saci e Moskito e no Rio de Janeiro começaram a fabricar a Iso, que vinha com um motor italiano de 150cm3, a Vespa e o Gulliver, um ciclomotor.

          Na década de 70 começaram as importações de motos japonesas como a Honda, Yamaha e Suzuki. No inicio dos anos 80 a Honda e a Yamaha instalaram suas montadoras em nossa terrinha, assim como as marcas Piaggio, Brumana. Motovi (Nome da fábrica da Harley do Brasil) entre outras

          Nos anos 80, aqui no Brasil, foi fabricada a maior moto do mundo (naquela época), era a Amazonas, que utilizava um motor 1600 cm3.

          A “invenção” é de Luiz em parceria com seu amigo José Carlos Biston.

          Os mecânicos de 28 e 29 anos, respectivamente, levaram mais de um ano para desenvolver o projeto, buscavam soluções simples e também as complicadas, eles dispunham de poucos recursos tecnológicos para fazer a Motovolks 1500 !

          O projeto teve início em 76 e a primeira Motovolks ficou pronta em início de 1977. Eles usaram um quadro de Indian 1200 (anos 50), e pedaços de quadros de Harley, na parte inferior uso tubos de aço para dar suporte à nova mecânica.



Fábrica Brasileira de Motocicletas - FBM

          Está localizada em Cachoeirinha (RS). Começou fabricando motos simples no ano de 1973 em parceria com a Zanella, que por sua vez possuía motorização com tecnologia Minarelli. Em 1979, a FBM lançou motos trail dois tempos e que foram as precursoras das motos-verde no Brasil. Foram lançadas as versões de 125, 200cc e o modelo Kapra.

         Nos anos 80 um acordo com a fabricante alemã MZ resultou na fabricação de uma elegante moto street de 250cc. estreando um segmento que 20 anos depois faria grande sucesso com motos como Honda Twister e Yamaha Fazer. A primeira Yamaha é uma réplica de uma moto MZ, a DKW RT 125, a moto mais copiada do mundo.

          A MZ 250 RS e a MZ 250 RSJ foram seus modelos de maior sucesso comercial e hoje elas são disputadas por colecionadores.

Um comentário: