Colônia del Sacramento - Uruguai

          Saindo de Montevidéu pela Ruta 1 você alcançara Colonia del Sacramento, a cidade mais antiga do Uruguai, localizada a 180km da capital Uruguaia. Também é possível sair de Buenos Aires na Argentina, são apenas 50 km, nesse caso você terá que atravessar o Rio da Prata através do Buquebus, o preço das passagens são meio salgado, no inicio de 2018 pagamos R$ 450,00 entre passagens para duas pessoas e para nossa moto.

          É uma cidade pitoresca, com apenas 26 mil habitantes, Colonia del Sacramento foi fundada em 1680, ela evoca a Lisboa Antiga com sua arquitetura colonial bem preservada, repleta de ruas estreitas, iluminadas por lampiões (conhecidos como 'faróis') e casas cobertas com telhas de barro e decoradas com tradicionais azulejos lusitanos de mais de 300 anos de história. Desde 1995, o centro histórico da cidade, também conhecido como casco histórico, foi tombado como Patrimônio Mundial pela Unesco, sendo este o principal ponto turístico da cidade.

         A cidade 
          Uma das dicas para Colonia del Sacramento é estacionar seu carro ou sua moto e alugar um carrinho de golfe, não é muito barato, mas é bem interessante.

          A Basilica del Santisimo Sacramento foi construída no mesmo ano em que a cidade foi fundada, 1680. É considerada a mais antiga do Uruguai, mesmo sendo destruída e reconstruída diversas vezes ao longo do tempo. Está localizada no centro histórico da cidade e é patrimônio mundial pela UNESCO.

          A estrutura da basílica foi danificada diversas vezes devido à disputa pelo poder na região entre portugueses e espanhóis. Ainda assim, a arquitetura mantém os traços simples e apresenta referências aos dois países que disputavam a região. E mesmo não tendo uma aparência de tirar o fôlego, conquista seus visitantes pelas histórias que possui.









          No Puerto de Yates é possível sentar e aproveitar a vista. De lá é possível apreciar a baía de Colonia del Sacramento, ali o rio Prata fica repleta de iates e veleiros.


































Nenhum comentário:

Postar um comentário