Caminho dos Princípes - Santa Catarina

          O estado de Santa Catarina é repleto de rotas para motociclista nenhum colocar defeito, lógico que a mais cobiçada é a Serra do Rio do Rastro, no entanto existem outras, entre elas esta o Caminho dos Príncipes, com características marcantes herdadas dos colonizadores europeus. Apesar de concentrar o maior pólo industrial do Estado, conserva a beleza natural da Serra do Mar e do seu entorno - além da Mata Atlântica, com seus córregos e cachoeiras, e da Floresta de Araucárias nos planaltos da Serra Geral, há ainda encantadoras paisagens rurais. No litoral, a Baía da Babitonga e a cidade histórica de São Francisco do Sul completam o roteiro.

         Nesta região – compreendendo o Nordeste, o planalto Norte e o litoral Norte – estão situadas a maior cidade catarinense, Joinville, e a mais antiga, São Francisco do Sul. O Caminho dos Príncipes concentra, ainda, importantes centros econômicos do Estado, como Jaraguá do Sul e São Bento do Sul. São Francisco, além dos aspectos históricos, é movimentada cidade portuária.

          Apesar do desenvolvimento econômico, o Caminho dos Príncipes é um roteiro essencialmente turístico, com exuberantes paisagens naturais, bucólicos cenários rurais e o charme da herança européia. Com exceção de São Francisco do Sul, que é cidade histórica portuguesa – e dos outros balneários litorâneos –, os demais municípios do roteiro foram colonizados principalmente por alemães, mas também por suíços, húngaros, tchecos, ucranianos, noruegueses, poloneses e italianos. A região conserva com carinho o legado cultural deixado pelos imigrantes pioneiros: cidades ajardinadas, ruas limpas e floridas, lambrequins emoldurando as varandas, cortinas nas janelas...

Turismo rural

          Araquari, Rio Negrinho, Campo Alegre, Bento do Sul e Itaiópolis são as melhores opções para quem aprecia as atividades ligadas ao campo. Nessas cidades, é possível relaxar, entrar em contato com os costumes locais ou só se encantar com a região. Além deles, o visitante pode se surpreender com o Museu Paleontológico em Mafra, no Planalto Norte.

Joinville
          Maior cidade catarinense, situada entre a Serra do Mar e a Baía da Babitonga, Joinville começou sua história como dote da família real portuguesa para a realeza francesa, unidas no casamento do Príncipe de Joinville com a Princesa Francisca Carolina, irmã de D. Pedro II. Estas terras, posteriormente, foram vendidas para uma companhia de colonização alemã. Atualmente com 490 mil habitantes, a cidade mantém o nome francês, mas fala com sotaque germânico: os colonizadores transformaram a cidade no maior pólo industrial e exportador catarinense. Conhecida como “Cidade das Flores” e “Cidade dos Príncipes”, atrai visitantes o ano todo, especialmente durante a realização do Festival de Dança e da Festa das Flores, eventos anuais. Capital brasileira da dança, Joinville é a única cidade do mundo a sediar uma filial do Teatro Ballet Bolshoi de Moscou, a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil.


          Jaraguá do Sul e a pequena Corupá, com suas dezenas de cachoeiras, ficam no sopé da Serra do Mar. Subindo a Serra pela encosta mais ao Norte, trilhando o antigo caminho dos carroções cracovianos, a Real Estrada Dona Francisca, chega-se ao Planalto Norte, onde se enfileiram as cidades de Campo Alegre, São Bento do Sul e Rio Negrinho. Casas que lembram imigrantes alemães e poloneses espalham-se por campos de araucárias e pelos núcleos urbanos. Vale um passeio a Itaiópolis, alguns quilômetros a Oeste, onde se concentra importante colônia de descendentes de imigrantes poloneses e ucranianos.


São Francisco do Sul

São Francisco do Sul
         No litoral, debruçada às margens da Baía da Babitonga, São Francisco do Sul é um enclave de origem portuguesa neste cenário germânico. De acordo com registros oficiais, a ilha foi descoberta em 1504 pelo navegador francês Binot Palmier de Gonneville. Com a chegada dos bandeirantes paulistas, em 1658, Nossa Senhora da Graça de São Francisco do Sul tornou-se a primeira povoação de Santa Catarina. O centro reúne um conjunto de 150 prédios históricos, entre os quais destacam-se a Igreja Matriz, grandes casarões bem conservados e o Museu do Mar, único do gênero no país. O porto de São Francisco do Sul, considerado o melhor porto natural do Sul do país, é também o maior do Estado. Ao longo do litoral, vilas de pescadores e balneários turísticos pontilham a costa: Itapoá, Barra do Sul e Barra Velha.

Cidades Turísticas:

Joinville, Jaraguá do Sul, São Bento do Sul, Rio Negrinho, Corupá, Campo Alegre, Itaiópolis, São Francisco do Sul, Itapoá , Balneário Barra do Sul , Barra Velha

Vejam algumas fotos:

JOINVILLE





JARAGUÁ DO SUL


Parque da Malwee



SÃO BENTO DO SUL



RIO NEGRINHO





CORUPÁ







CAMPO ALEGRE




ITAIÓPOLIS




SÃO FRANCISCO DO SUL




*****************************








Fontes:

http://www.santacatarinaturismo.com.br/destinos.php?id=30

Nenhum comentário:

Postar um comentário