quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Retirada do pedágio entre Ourinhos e Jacarezinho

A Justiça Federal do Paraná determinou a retirada do pedágio entre Ourinhos e Jacarezinho, localizado na ponte Mello Peixoto na BR 153, divisa entre os Estados de São Paulo e Paraná.

O pedágio, mantido pela concessionária Triunfo Econorte, cobra uma das tarifas mais caras do Brasil. Para uma viagem entre Ourinhos e Jacarezinho, onde o trecho é praticamente todo em pista simples, um veículo de passeio paga cerca de R$ 20 reais.

A informação foi veiculada neste domingo, 29 de janeiro, pelo deputado federal ourinhense Capitão Augusto Rosa através das redes sociais. Na nota, além da decisão, o deputado destaca a batalha travada na justiça contra a instalação da praça de pedágio no local.

Confira nota do deputado na íntegra:

Grande notícia! 

A luta pela retirada das duas praças de pedágio localizadas no município de Jacarezinho, Estado do Paraná, na divisa com São Paulo, município de Ourinhos, ganha novas perspectivas neste primeiro mês de 2017. É com grande alegria que anuncio que a Justiça Federal do Paraná determinou a retirada de uma das praças de pedágio mantidas pela concessionária Triunfo/Econorte, especificamente aquela localizada na rodovia BR-153 que faz a ligação entre os dois Estados, na cabeceira da ponte Mello Peixoto. O fechamento desse pedágio, por si só, inviabiliza economicamente a manutenção desse verdadeiro bloqueio ilegal na divisa dos Estados.

Este é o pedágio mais caro do Brasil, funciona há cerca de 15 anos gerando prejuízos incalculáveis para as populações dos municípios próximos e é, antes de mais nada, ilegal por se localizar na BR 153 do Estado do Paraná, trecho que sequer fora objeto de licitação pública.

No que diz respeito à praça que funciona na BR 369, também estamos avançando no embate judicial que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF) para retirar ainda a praça localizada na BR-369, a cerca de 200 metros da primeira. Estou solicitando uma audiência com o procurador geral da República, Rodrigo Janot, para que ele interceda junto ao Supremo Tribunal Federal para que a sentença de segunda instância que determina a retirada total desse pedágio seja executada.

Fonte: Blog Deputado Federal Capitão Augusto

Nenhum comentário:

Postar um comentário