terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Dicas para diminuir consumo de combustível

          Para te ajudar a não gastar sem necessidade e manter a motocicleta em ótimo estado, o
Foto: Rogério Boschini
Petrobras De Carona com Elas preparou um manual especial com 10 passos. Confira!

- Um dos primeiros pontos é tirar da cabeça a ideia de que se deve aquecer o motor antes da partida, isto apenas consome combustível. Alberto Araújo conta que a maioria das motos atuais possuem injeção direta, que permite o aquecimento dos motores em movimento sem desperdício ou desgastes.

- Mantenha a calibragem dos pneus correta. Este cuidado pode economizar quase 4% de combustível.

- Acelerar com a moto parada (vício de muitos motociclistas, principalmente em faróis fechados) prejudica o motor e aumenta o gasto desnecessário.

- Dirigir em velocidade constante é ótimo aliado. Além disso, mudar rapidamente para a segunda marcha ao engatar e adaptar-se com a marcha lenta são essenciais.

- O “ponto morto” consome combustível da mesma forma. Por isso, deixe-a engrenada quando estiver em descidas.

- Mantenha o filtro de ar limpo. A moto é alimentada a partir da mistura de ar-combustível e precisa “respirar” corretamente.

- Acelerar muito em subidas não aumentará a força da motocicleta, e sim consumirá ainda mais gasolina. Fique de olho!

- Trocar de marcha na hora certa e de forma correta diminui (e muito!) os gastos.

- Dica fundamental, mas que muitas vezes cai no esquecimento: não deixe de ler omanual da sua moto. Lá estão todas as dicas para aumentar a vida útil e protegê-la de cargas em excesso.

- Frenagens e aceleradas bruscas estão fora: acelere gradativamente a moto para que o motor funcione com eficiência e não consuma exageradamente.

Foto: Rogério Boschini



Uma grande companheira

   Em nossas jornadas nas estradas mundo afora, nada adiantaria se não pudéssemos contar com nossas garotas na garupa de nossas motos. Talvez alguns digam que prefiram andar sozinhos, porém, quando se  tem ao seu lado uma pessoa que curte viagens e passeios de moto, aí meu amigo, não há felicidade maior.

          Levar sua companheira na garupa requer alguns cuidados especiais, qualquer incidente logo no início pode fazer com que ela não queira mais andar contigo, portanto, dê algumas dicas de segurança, mostre a postura correta, ensine-a como se portar em determinados momentos e principalmente, de início pilote com toda a cautela evitando freadas bruscas. Depois de algum tempo andando juntos, o conjunto moto x piloto x garupa passam a funcionar como se fossem um só corpo.  
   
          Sibely é minha grande companheira, também pilota sua Suzuki Intruder 125 pelas ruas de Curitiba e região metropolitana, no entanto, quando a viagem é um pouco mais longa a opção é pela garupa.  Em 2014 realizamos uma viagem com alguns amigos, batizamos de Expedição 5 Fronteiras e publicamos nossas fotos no Facebook numa página intitulada Expedições Latinas. Passamos pela Argentina, Chile, Bolívia, Peru e retornamos pelo norte do Brasil, passando pelo Acre, Rondônia, Mato Grosso , Mato Grosso do Sul e São Paulo. Foram pouco mais de 10.000 Km de muita aventura e muita parceria. Fomos em 5 motos e conosco seguiu o casal Oziel e Arlete, ela, a exemplo de Sibely,
foi super companheira de Oziel - Coube às duas o papel de registrar os momentos da nossa aventura, muitas das fotografias publicadas na página foram executadas pelas duas motociclistas. 

          Essa matéria nada mais é que um agradecimento às nossas companheiras de estrada.

Rogério Boschini