sábado, 2 de janeiro de 2016

Carro colidindo com moto, fique esperto com boatos !!

          Provavelmente você já deve ter lido um texto sobre ABALROMENTO  do tipo abaixo:


          Se você bater em uma moto, ou uma moto bater em seu carro, não será uma simples colisão de trânsito.


Você é enquadrado no art. 303, do CTB.

Então as orientações abaixo são extremamente úteis e vale a pena serem repassadas.

São pencas e pencas de T.C.O.'s do art. 303, do CTB, que chegam por mês, principalmente envolvendo moto taxistas... esses são os piores, pois vão querer te cobrar os prejuízos da moto e os dias que ficou parado sem ganhar dinheiro.

ABALROAMENTO EM MOTO NÃO É COLISÃO.

É ATROPELAMENTO! FAÇA BOLETIM DE OCORRÊNCIA!!!
PONHA ISSO NA CABEÇA!

ORIENTAÇÃO PARA QUEM TEM CARRO! E para amigos de quem tem!!! ISSO ACONTECE!
 

ATENÇÃO:

          Isso NÃO É VERDADE, atropelamento é um acidente em que pedestre ou animal sofre impacto de um veículo. Acidente em que o(s) pedestre(s) ou animal(is) sofre(m) o impacto de um veículo, estando pelo menos uma das partes em movimento. Portanto, o que caracteriza um atropelamento é o acidente que envolve um veículo automotor e um pedestre ou animal! Moto é veículo automotor: não é pedestre! Moto não anda, não caminha com as próprias pernas, por isso este tipo de acidente entre moto e carro caracteriza a COLISÃO!

Definições:
  • Abalroamento – o mesmo que colisão. 
  • Acidente de trânsito – evento não intencional, envolvendo pelo menos um veículo, motorizado ou não, que circula por uma via para trânsito de veículos. 
  • Atropelamento – acidente em que pedestre ou animal sofre impacto de um veículo.
  • Colisão – choque entre dois ou mais veículos ou com objeto fixo. 

          Existem casos em que serão analisadas as situações em que se apresenta o condutor do veiculo, estar dirigindo embriagado por exemplo, nesse caso não será uma simples colisão.

          Para evitar uma dor de cabeça maior, a parte que se sentir prejudicada deve elaborar um boletim de ocorrência. Também é certo que, em caso de colisão o condutor do veículo deve prestar todo o socorro ao motociclista, mesmo que esteja com a razão, caso contrário poderá ser enquadrado como omissão de socorro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário